Sistema DTE ®
Seja bem-vindo ao fórum oficial do Comando Revolucionário Nacional. Conecta-se ou se Registre-se agora mesmo e fique ligado na polícia DTE!
DTE, á melhor polícia do habblet!
Não perca tempo, venha fazer parte disso!
Departamento Tático de Elite - Habblet Hotel!
Venha ser contratado ou alistado!
DTE ®

POLÍCIA DTE

A Polícia DTE foi fundada a 04 de dezembro de 2018, pelo atual dono XLucasX5508 e Igor.Calvante. Pouco tempo depois da sua fundação, a DTE alcançou marcos inimagináveis tornando-se assim uma das maiores polícias do Ramo Policial.
Top dos mais postadores
36 Mensagens - 51%
20 Mensagens - 28%
3 Mensagens - 4%
2 Mensagens - 3%
2 Mensagens - 3%
2 Mensagens - 3%
2 Mensagens - 3%
2 Mensagens - 3%
1 Mensagem - 1%
1 Mensagem - 1%

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Administrador

Mensagens : 20
Pontos : 57
Data de inscrição : 09/08/2018
Ver perfil do usuáriohttp://dteofc.forumeiros.com

Anexo II - Política de Baixa e Reintegração.

em Sex Nov 16, 2018 5:14 pm
POLÍTICA DE BAIXA E REINTEGRAÇÃO



SEÇÃO I - APOSENTADORIA E RENÚNCIA


ARTIGO I - BAIXA HONROSA

Uma baixa honrosa é definida como uma dispensa do serviço militar, com um registro favorável. No caso o policial pode solicitar a sua baixa honrosa (a) Renúncia ou (b) Aposentadoria na seção de Aposentadorias e Renúncias no Fórum. Se o policial solicitante estiver em condições favoráveis, ele receberá uma BAIXA COM HONRA AO MÉRITO que indica a sua (a) nome, (b) patente, (c) tarefa ocupacional (d) o Oficial que realizou a Baixa. Após a sua baixa honrosa o policial será rendido de todos os direitos e oficialmente deixará de ser um policial da Polícia CRN.

SUB-ARTIGO I - APOSENTADORIA
A aposentadoria é definida como a ação de deixar o serviço ativo militar na CRN. Neste caso, o indivíduo estaria deixando o ramo militar e sendo assim o policial não irá se alistar em outro local com cunho militar. O policial é obrigado a informar se ele está se aposentando ou renunciando à Polícia CRN. No caso de Aposentadoria o policial será colocado no Grupo [CRN] Oficiais Reformados.

Corpo Militar:

O acesso às bases só será permitido para aqueles que se aposentarem à partir da patente de General, ficando sujeitos a sanções do Código Penal Militar. Apenas em caso de aposentadoria, tendo se aposentado como Comandante ou Comandante Geral, o policial poderá regressar à CRN com a patente de Aspirante-a-Oficial, após uma análise da Corregedoria ou da Supremacia.

Corpo Executivo:

O acesso às bases só será permitido para aqueles que se aposentarem a partir do cargo de Conselheiro por mérito (Agente à Conselheiro), ficando sujeitos a sanções do Código Penal Militar. Apenas em caso de aposentadoria, tendo se aposentado como  Presidente+ por mérito (Agente à Presidente+), o policial poderá regressar a CRN com o cargo de Supervisor, após uma análise da Corregedoria ou da Supremacia. Caso o CE se achar no direito de ter acesso à base e reintegrar como Supervisor sem ter alcançado o posto de Presidente+ por mérito, terá o direito de recorrer à Corregedoria para que seja realizada uma análise dos feitos do policial, e dê um veredito. 

**Aquele que se aposentar sem passar pelos procedimentos corretos, terá a aposentadoria NEGADA.


SUB-ARTIGO II - RENÚNCIA
A renúncia é definida como a ação de deixar a CRN. Neste caso, o indivíduo estaria deixando apenas a Polícia CRN, com a intenção de se alistar em outra organização dentro do ramo militar. O policial é obrigado a informar se ele está se aposentando ou renunciando à Polícia CRN. Após a sua baixa honrosa o policial será rendido de todos os direitos e oficialmente deixará de ser um policial da Polícia CRN. Ele não poderá regressar como Aspirante-à-Oficial/Supervisor, mesmo sendo Ex-Comandante ou Comandante-Geral/Presidente+ (Agente à Presidente). A patente mínima para renunciar à CRN é a patente/cargo de Cabo/Inspetor


ARTIGO II - BAIXA DESONROSA

A baixa desonrosa é definida como a demissão de alguém do serviço militar ativo, como resultado de ações criminosas ou moralmente inaceitáveis. A dispensa desonrosa pode ser entregue por qualquer policial que seja e que atenda a escala hierárquica apropriada. Se um policial é expulso da CRN, ele receberá uma BAIXA DESONROSA A BEM DA DISCIPLINA que indica a sua (a) nome, (b) patente, (c), tarefa ocupacional (d) motivos para dispensa desonrosa e (e) o Oficial que realizou a Baixa. Se o policial for condenado por atos de traição, eles podem ser despojados de sua Medalha de Honra. Após a sua baixa desonrosa eles deixarão de ser policiais da CRN.


ARTIGO III - PROCEDIMENTOS PARA BAIXAS

Após a baixa de um policial do serviço ativo, eles serão retirados do Centro de Recursos Humanos e serão movidos para as listagens apropriadas (a) Listagem de Baixas Honrosas (b) Listagem de Baixas Desonrosas. Eles serão retirados de emblemas de identificação e terão todos os direitos removidos, em alguns casos eles terão suas contas no fórum banidas. Após este procedimento, o policial será totalmente dispensado da Polícia CRN e elegíveis para fazerem o que quiserem com as suas respectivas carreiras.


SEÇÃO II - REINTEGRAÇÃO


A reintegração à Polícia CRN pode ser concedida a Policiais aposentados nos postos de Comandante e Comandante Geral ou Presidente+ por mérito (Agente à Presidente+), com exceção dos indivíduos que são colocados na lista "Nunca Recontratarem" ou banidos. Caso o CE se achar no direito de reintegração sem ter alcançado o posto de Presidente+ por mérito, terá o direito de recorrer à Corregedoria para que seja realizada uma análise dos feitos do policial, e dê um veredito. Estes caso desejarem se reintegrar à Polícia CRN deverão contatar um membro ativo do Centro de Recursos Humanos (CRH) e informar o seu pedido. Os seu pedido será então repassado ao Gestor do C.R.H para análise e então enviado à Supremacia para decisão final.


ARTIGO I - REINTEGRAÇÃO POR BAIXA HONROSA

A reintegração poderá ser concedida aos policiais dispensados por uma baixa honrosa e que estejam no Corpo de Reformados da CRN, sendo estes Aposentados como Comandante e Comandante Geral/Presidente+ (Agente à Presidente). Este policial será reintegrado obrigatoriamente na patente de Aspirante-à-Oficial/Supervisor e poderá regressar ao serviço ativo na Polícia CRN.


ARTIGO II - REINTEGRAÇÃO POR BAIXA DESONROSA


O policial que não estiver banido do ramo militar ou da Polícia CRN poderá regressar à CRN com a patente de Recruta mediante consentimento do autor da baixa e/ou corregedoria. O militar que estiver exonerado da Polícia CRN poderá ter seu tempo de banimento diminuído caso este tenha um projeto aprovado pela Corregedoria em sua pena.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum